Juiz mineiro, Renato Zupo, lança livro em São Paulo e renda será doada a ONG Cão Sem Dono

Verdugo é o primeiro romance do juiz belorizontino, que atua na comarca de Araxá (MG). Livro desvenda porque o homem mata

Depois de fazer sucesso em Minas Gerais, chegando às prateleiras de livrarias conceituadas no estado, agora o romance Verdugo, do Juiz de direito Renato Zupo, atravessa as montanhas de Minas Gerais e chega à Terra da Garoa. No dia 13 de dezembro, o juiz que atua na comarca de Araxá (MG), lança seu primeiro romance em São Paulo.

 

O local escolhido é a Livraria da Vila, localizada na Rua Fradique Coutinho, 915, em Pinheiros. O evento acontece das 18h30 às 21h30. Verdugo é uma publicação feita através da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, com patrocínio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e com apoio do Biocon.

 

Na noite de lançamento, toda a renda da venda de exemplares será destinada a Organização Não Governamental (ONG) Cão sem Dono, da cidade de São Paulo. A entidade recolhe animais de rua e procura lares carinhosos para a adoção desses bicinhos. Para ter mais informações sobre a entidade, basta acessar a Fanpage da ONG no www.facebook.com/caosemdono.

 

Serviço

 

Evento: Lançamento do Livro Verdugo, de Renato Zupo

Local: Livraria da Vila, na Rua Fradique Coutinho, 915, Pinheiros, São Paulo (SP)

Data: 13 de dezembro de 2013

Horário: de 18h30 às 21h30

Informações: (11) 3814-5811

 

Informações para a imprensa e marcação de entrevistas no (34) 9221-6397 – Falar com Caio Ranieri

 

Uma história que nos prende

 

O romance policial Verdugo foi destaque no Festival Literário de Araxá (Fliaraxá) 2013 e caiu no gosto dos amantes da boa literatura. Ele está chegando com todo seu mistério e apreensão na capital paulista. Verdugo, de Renato Zupo, foi lançado com sucesso em Belo Horizonte (MG) e em Araxá (MG), onde a renda da noite também foi revertida a entidades assistenciais do município.

 

Verdugo é uma obra de ficção e conta a história de Nelson, um marido apaixonado que descobre a traição da esposa, Iris, com o seu chefe. Ela, ninfomaníaca, não imagina o destino que a espera após o ato de infidelidade. Uma história envolvente que mistura amor, ódio, mentiras, falsidade, desespero e sangue frio. Segundo o dicionário, Verdugo é um substantivo masculino que significa “algoz, carrasco, indivíduo cruel, desumano, que dá maus tratos a alguém”. O romance tem como pedra angular um crime passional.

 

Carlos, o assassino de aluguel, contratado por Nelson é o Verdugo do título. No decorrer das investigações do assassinato de Iris, a trama ganha uma forma envolvente e que faz o leitor viajar pelo mundo de Nelson e seu maquiavélico pensamento.

 

O autor: Renato Zupo

 

Renato Zouain Zupo é belorizontino e Juiz de Direito de carreira desde 1998. Formou-se em direito em 1994 pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas). Também é pós-graduado, em Direito Processual pelo LFG-UNAMA em 2007. Atuou como advogado de 1994 a 1998, quando desde então, passou ser juiz.

 

O lado escritor sempre caminhou junto de Renato Zupo. É membro da Academia Araxaense de Letras desde o ano de 2010. Como profissional do direito, publicou artigos nas Revistas Magiscultura e na Revista Jurídica do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá). Renato Zupo também publicou crônicas no Jornal Estado de Minas, nas seções Opinião e Caderno direito e Justiça.

 

Ainda na imprensa, mantém colunas regulares com publicações de diversos textos nos periódicos impressos Correio de Araxá, Folha Regional de Governador Valadares, Jornal do Sudoeste de São Sebastião do Paraíso e ainda jornal virtual, o Jornal Araxá (www.jornalaraxa.com.br).

 

Caio Ranieri (MTB: 15.085/MG-JP)
Assessoria de Imprensa Projeto Verdugo
Email pessoal – caioranieri@gmail.com
Telefone de contato – (34) 9221-6397

Deixe um comentário