Três ações de investigação judicial eleitoral estão em tramitação

Duas contra o prefeito eleito Jeová Moreira e uma contra o candidato Aracely

tres-acaoeO juiz eleitoral Eduardo Augusto Gardesani Guastini determinou a notificação de Jeová Moreira da Costa, Edna Castro, Aracely de Paula e Lídia Jordão do conteúdo de três ações de investigação judicial eleitoral apresentadas na semana passada. A partir da notificação, eles têm um prazo de cinco dias para apresentar as defesas. O Partido da República (PR) e o ex candidato a prefeito Aracely movem duas ações contra o prefeito reeleito Jeová e a vereadora eleita vice-prefeita Edna, por abuso de poder econômico, político, de autoridade, uso indevido de meio de comunicação social e conduta vedada a agente público. O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) move uma ação contra o ex candidato a prefeito Aracely e a vereadora ex-candidata a vice-prefeita Lídia, por captação ilícita de sufrágio.

As duas primeiras ações deram entrada no Cartório Eleitoral de Araxá na terça-feira, 12, com pedido de cassação do diploma dos ex candidatos Jeová e Edna, aplicação de multa proporcional a cada ilícito julgado procedente e da sanção de inelegibilidade de 8 anos aos requeridos. Uma terceira ação deu entrada no cartório na quinta-feira, 13, para que os ex candidatos Aracely e Lídia sejam punidos com a  aplicação de multa e com a cassação do registro de suas candidaturas. As três ações são públicas e foram disponibilizadas à reportagem do jornal Clarim no balcão do Cartório Eleitoral nesta segunda-feira, 17, após os devidos despachos do juiz.

Continue lendo… http://clarim.net.br/noticia/3678

>Leia mais na edição impressa do Clarim que circula na próxima sexta-feira, 21.

clarim.net

Deixe um comentário