Conferência discute alternativas para preservar direitos de crianças e adolescentes

Encontro acontece durante toda esta sexta feira (24) no Clube Araxá

O estatuto da criança e do adolescente completa este ano 25 anos de existência. Para que os direitos traçados no documento sejam devidamente cumpridos os municípios brasileiros realizam conferências. Nesses encontros são discutidos temas relacionados ao estatuto para que os direitos e deveres dos menores de idade sejam cumpridos.

conferencia_criancas2015_2

Durante a manhã e tarde desta sexta feira, 24 de abril, no Clube Araxá, acontece a 9ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente na cidade. Para definir as dificuldades e prioridades dos jovens foram realizados encontros em duas escolas estaduais e uma particular.

“Na pré-conferência, realizada nas escolas, os próprios adolescentes debateram, em cima de eixos norteadores, sobre a participação, a promoção e a defesa desses direitos. As propostas levantadas serão debatidas nesta sexta feira (24)”, explica a representante do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araxá, Leany Tupinambá.

No final da conferência será confeccionado um documento onde serão apresentadas vinte propostas, essas serão apresentadas na conferência estadual e sucessivamente na nacional. Também serão escolhidos representantes para apresentar essas sugestões de projetos, os chamados delegados.

Quem preside o conselho municipal dos direitos da criança e do adolescente em Araxá é José Manoel Rios da Silva, que é quem explica a importância do evento. “A Conferência é fruto de uma construção conjunta de todos os envolvidos no trabalho com a criança e o adolescente no município de Araxá. Nosso principal objetivo é sensibilizar e mobilizar a sociedade em defesa do estatuto da criança e do adolescente”.

Da Redação – Minas no Foco