Em apenas nove dias, Araxá registra mais 200 novos casos confirmados de dengue

Mais de 90 agentes de endemias trabalham no combate a doença

casos_dengue_araxa3Araxá, no Alto Paranaíba, registrou entre os dias 11 e 19 de maio, 234 novos casos confirmados de dengue. Segundo o boletim epidemiológico divulgado pelo setor de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, até a manhã do dia 19 de maio, os números foram de 1.747 notificações, 685 casos positivos, 466 negativos e 596 que aguardam resultado.

“Dói tudo, da cabeça ao dedinho do pé. Estou deitada há cinco dias e só consigo ficar com a luz do quarto acesa, enquanto o remédio para dor está fazendo efeito”, explica a advogada Beatriz Santos que está com a doença há cinco dias.

O combate a dengue na cidade está sendo feito diuturnamente por 90 agentes de endemia e dois carros do Fumacê, que trabalham em horários alternados na cidade. Os agentes combatem a larva do mosquito nas casas e os carros do Fumacê que soltam uma solução de inseticida e óleo mineral que ganha a forma de fumaça ao ser impulsionada num jato. Estes são eficientes para matar o mosquito adulto. Na cidade, o trabalho é realizado das 5h às 8h e de 17h às 20h.

Aedes aegypti é o nome científico do mosquito que é popularmente conhecido como mosquito da dengue, encontrado principalmente nas regiões tropicais e subtropicais. O mosquito, bem adaptado ao domicílio humano, consegue reproduzir os ovos em pequenas quantidades de água limpa. É considerado vector de doenças graves como a dengue, a febre zika e a chikungunya e, por isso mesmo, o controle regular nas residências, contribui e muito no combate a saúde pública.

Da Redação – Minas no Foco